Retrospectiva 2019

Essa semana eu estava lembrando do ano passado, das coisas boas e ruins que ele me trouxe e senti um alívio enorme por perceber que tinha conseguido passar por ele e hoje me sentir em paz.

O ano de 2019 foi um dos piores e melhores anos da minha vida. Eu sofri muito no ano passado, aprendi muito também com esse sofrimento. Eu venho passando por situações bem difíceis desde o ano de 2015, mas foi somente em 2019 que eu senti tudo de forma tão intensa e avassaladora dentro de mim. Foi quando eu percebi que eu estava em profunda depressão e que eu não iria conseguir passar por isso sozinha.

Eu descobri muito sobre mim nesse ano, descobri meus medos, aceitei meus defeitos, reconheci minhas qualidades, muita coisa que ainda estava oculta dentro de mim. Eu também perdi alguns “amigos”, pessoas saíram da minha vida com uma facilidade incrível, que até hoje eu não consigo entender, mas eu respeito e aceito, pois hoje entendo que tudo acontece em nossa vida com um propósito e que no futuro iremos entender o sentido de tudo isso.

Com tudo que me aconteceu nos últimos anos, a minha vida amorosa foi só desmoronando, e por conta disso eu acabei lançando meu primeiro livro em 2019, onde eu relato o meu divórcio e os fracassos em meus relacionamentos amorosos porque meu coração e minha mente estavam tão cheios que eu precisei colocar tudo pra fora e acabou se transformando em um livro chamado ‘Será que é amor?’ onde eu falo sobre como meus traumas com o amor começaram e como meu coração foi curado com a ajuda do amor de Deus.

2019 foi um ano em que ganhei novos amigos e restaurei algumas amizades antigas também, vivi muitos momentos tristes, mas também vivi momentos felizes que me ajudaram muito a me conhecer e reconhecer me transformando em uma pessoa melhor.

Eu voltei para a igreja em 2019, estava afastada já havia um tempo, nunca deixei de falar com Deus, orar e obedecer, mas eu estava um bom tempo sem ir na casa de Deus  para ouvir sua palavra, confraternizar com os irmãos, então voltar para o lar onde pertenço  (casa de Deus) foi algo muito importante na minha recuperação emocional.

Sou grata a 2019 porque agora em 2020 posso agir de forma mais madura e diferente em diversos aspectos de minha vida. Gratidão é o que me vem a mente quando penso em 2019, em diversos sentidos, pois mesmo com tudo que me aconteceu de ruim, 2019 me trouxe coisas positivas que estão me ajudando muito na nova jornada que se iniciou em minha vida.

Gratidão!

Stefanie Rodrigues

 

Escrito por

Carioca, escritora, autora do livro 'Será que é amor?' e voz do Podcast 'Literapiacast'.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s